Monday, January 15, 2007

Metafisicamente, a Vida é um processo constante de relacionamentos. Parte II


Hoje acordei mais uma vez, enfim...isto é para aqueles que acham que é assim tão normal acordar todos dias. Pois, mas não é!
Efectivamente, existe uma percentagem bastante elevada de seres vivos que acordam todos os dias, é um facto curioso. Porque será que acordei hoje ou não apenas amanhã, ou depois? Até devo,ainda, questionar, porque acordei?
(Ah! Já me lembro, liguei o despertador!)
Depois, só mesmo para ter a certeza, fui verificar se a vista da minha janela era a mesma, nem sei para que perdi tempo, pois claro que não era! Aquilo acontece só nos Domingos, é um processo científico que ocorre na nossa mente...Os Domingos são dias diferentes dos outros, é que não têm mesmo nada em comum com os restantes dias da semana, são os Domingos! E no Domingo, a vista da minha janela muda...é ver para crer!
Como a vista da minha janela não tinha nada de especial decidi que iria usar a máscara hoje também, afinal de contas, não ser Pessoa durante um dia já cansa...é preciso coragem.
Agora ao ponto que interessa, o porquê de uma Parte II? Para os poucos que perderam algum tempinho a ler o meu desinteressante texto anterior puderam verificar que não tinha absolutamente nada de produtivo, era um amontoado de palavras sem sentido. Ou talvez não. Felizmente, tenho alguns leitores com ideias bastante criativas, leitores que eu também perco o meu tempo a ler porque sei que vai valer a pena. Leitores que eu comento por achar, que de algum modo, partilham algo comigo. Leitores que eu sei que perceberam a ideia do meu mais recente texto. A todos esses, Obrigado.
Para quem não acredita, provavelmente, estão a usar a máscara diária e indefinidamente. São e vão permanecer mascarados para sempre. É uma pena!
Tenho escrito assim ultimamente porque procuro uma definição de Vida, quero saber o que é viver e estou preocupada com isso. Estou preocupada com o modo como se vive por aí ultimamente e principalmente preocupada, porque ninguém parece preocupar-se!
Se a vida é um processo constante de relações então eu quero contrariar essa teoria absurda. A palavra Vida só faz algum sentido se reflectir, de algum modo, os nossos gostos e opções (in)conscientes. Se assim não for, então suponho que não estejamos a viver mas sim a seguir um plano de vida criado por alguém. Outrora, escrito em livros e hoje, seguido por milhões de Pessoas estranhas.

E agora perguntam quem escreveu este texto? Fui eu ou foi apenas fruto da minha imaginação? E eu pergunto...Isso é assim tão importante? Não me parece...


/eu própria



5 comments:

ruizocas said...

eu só consigo saber o que é a minha vida
a minha vida
sou eu lá dentro
até reparar que fui testemunha do início da alvorada de um futuro presente
ora como isso é impossível
eu
ando sempre
nas nuvens

FB said...

Gostei do que escreveste. Gosto da maneira como és aquilo que escreves...só não sei se escreves com máscara ou sem máscara, porque nem isso eu sei o que é, porque afinal, talvez seja algo que todos nós usamos para não nos vermos diferentes no meio de tantas e tantas máscaras...com ou sem máscara transmites verdade no que escreve...se é essa a tua máscara, não a tires nunca,fica-te bem :p

beixito

Té § [Pi]menta =) said...

texto realmente mto mto bom! parabens * bjinhoo

Anonymous said...

a Vida é também aquilo que te der na real gana!!

uns usam máscaras todos os dias, outros não, outros há que usam várias máscaras... e assim vão dando um rumo à sua vida...

e relacionamentos, bem, quanto a isso penso que (sendo eles bons ou não) dão algum sentido, fazem-nos aprender a onde e quando usar a máscara!! ***

delilah said...

pode nao ser importante, mas eh um texto fantastico :)


gostei deste cantinho (add)
*