Friday, September 08, 2006

Espelhos Partidos

-o espelho está partido, já viste? exactamente no sitio onde lhe tocámos no outro dia...
-nao vejo nada
-mas está, as vezes gostava que pela primeira vez pudesses ver com os mesmos olhos que eu
-sabes bem que os teus olhos já foram os meus, que já brilharam juntos com a mesma intensidade
-mas agora o espelho está partido e nada o vai trazer de volta

-és a unica que o ve assim, eu acho que ele nao está partido
-para mim está, sei que nunca mais vou conseguir passar por ele e ver-me claramente, sem sentir que ele parte a minha imagem ao meio,e que me marca ,relembrando para sempre o que lhe aconteceu
-ficas triste?
-muito, estava habituada a ver-me nele todos os dias. passava por ele e ficava horas a ver o meu reflexo, gostava do que via...adorava o jeitinho especial com que ele me desenhava os contornos, a forma como ele me desejava
-achas que vais conseguir outro espelho?
-ja passei por alguns
-e entao?
-nada, nao vejo nada. nao me vejo reflectida neles, olho para lá...sei que me querem, mas eu nao apareço

-o que fiz eu ao espelho para ele se partir assim? eu achava que ele nunca se iria perder, pensei que podia estar ali uns dias e desaparecer nos outros
-ele morre de ciumes que te olhes noutros espelhos
-achas que nao podes ficar com este?
-nao quero, o espelho esta partido e nao sei o que fazer com ele

(és o espelho onde me vejo todos os dias, estas partido...e nao sei o que fazer contigo)

/eu propria

3 comments:

.*.Magia.*. said...

Olá...

É dificil concertar um espelho partido...mas ponho sempre em duvida...serão os nossos olhos que querem ver o espelho partido, e por isso recusamos ver-nos reflectidos nele...
Será que é o espelho que está partido, ou somos nós que estamos em estilhaços por dentro?????

Muito bonito este diálogo...gostei muito!!!!

Beijinhos "in" cartaz!

O Sibarita said...

Olá! Uma pena, uma pena mesmo, isso ter acontecido. Não se desanime e bola para frente... Quanto ao seu texto eu já havia comentado anteriormente e deixado uma poesia o que volto a fazer. Bom, o espelho sempre nos reflete e até quebra quando o coração só tem paixão e não é refletido no outro espelho que nos entregamos...

Como eu disse deixo uma poesia e tomara que gostes.

AMOR

Ai de mim,
diante dos céus
perdido entre desejos
na claridade do fogo...
Beijo a noite
nos olhos da manhã
e perco-me na ardência da alma.
Delírio insano, vulcão de prata.
Luzes perdidas, estrelas fugidias!
Sonhar em ti
como um querubim,
anjo amante
e do teu olhar
ver a lua, beijar as estrelas!

Meu amor, dizei-me
quando lá fora
florindo as tardes do Saara
nasce a morna primavera?

Ah... sou todo deserto,
refletindo todo tempo
sem ter teu olhar por perto!

Espelhos partidos, flores de gardênia
jogadas em um canto qualquer...

O Sibarita

Leonoretta said...

o interesse dos textos cresce a cada linha. é um suspense que nos conduz. depois acaba... quando queremos mais.

beijinhos da leonoreta