Monday, October 20, 2008

Volta.


saudades de me perder por aqui, de passar horas a folhear páginas sem nunca lhes tocar na realidade. de passar os olhos pelos outros, amar e odiar alguém que ainda nem conheço. passar horas envolta em palavras e em misticismos que eu mesma criava para me distrair, para me testar. saudades de criar enigmas meus (teus), que teimavas em não entender, que eu teimava em acreditar.
sinto falta deste meu canto, deste refúgio onde não conheço ninguém e posso ser quem eu quero. sem medos. faz-me falta chegar a casa, aninhar-me comigo mesma ao som da mesma playlist vezes e vezes sem conta e desabafar contigo (comigo)... talvez uma forma moderna de ser eu,informatizada, como está na moda, talvez.
há sensações que não podem ser expressas em palavras, mas eu sei que me entendes. que consegues sentir o mesmo que eu, por segundos que seja.

falta deste tempo. falta de palavras, de olhares, de conversas, de medos, de confissões... falta de mim.

diz que sim, que sentes a minha falta. e eu volto para ti. agora.

5 comments:

Pedro Lopes said...

saudades de me perder por aqui, de passar horas a folhear-te sem nunca te tocar na realidade. arrastar-me para ti sem te conhecer. saudades de ser o teu enigma.
eu acredito agora. eu quero ser agora a pessoa a quem te aninha. quero que te sentes ao meu lado quando tens medo. quero que partilhes os headphones ao ouvir a tua playlist comigo vezes e vezes sem conta e que desabafes comigo. quero estar em casa todos os dias à tua espera
há sensações que têm de ser expressas em palavras. há coisas que não se entendem, que não se compreendem, que não se percebem sem sons, sem palavras. sentimentos não chegam por vezes, é preciso mais.

falta de mais. dar-te mais. mais palavras, mais olhares, mais conversas, mais confissões. mais de ti. mais de mim. mais de nós.

tu. agora.

Sara Viana said...

:)

ohhhhhhh tão girooooo!


:) :) :)

soggyscheme said...

como te percebo, como é sentir que algo nos falta, que de um momento para o outro se foi, e mesmo sabendo que está ali, algo desconhecido nos afasta e consequentemente vamo-nos libertando um pouco. mas nunca se perde o sentimento que mesmo sem o termos perto ele faz parte de nós.

(Un)Hapiness said...

tb estou com saudades...não so de te ler, mas de mim, do meu canto, tal como tu...

kiss

manzas said...

"A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma bênção de Deus".

" UM FELIZ ANO DE 2009 "