Tuesday, June 26, 2007

Felizes para sempre


Deu os últimos retoques na maquilhagem. Compôs ligeiramente o cabelo. Sorriu para o espelho e sentiu-se corar.
Conseguia ouvir ao longe os gritos entusiasmados do público. Mais uma actuação. Mais uns minutos da sua vida que ia passar a fingir ser uma outra pessoa. Mais uma vez, vestir uma nova pele e colocar adornos de sentimentos novos. Impessoais. Olhou para o seu rosto. Já não se reconhecia. Já não se lembrava de ser ela. De tantas personagens que desempenhou deixou de saber qual a protagonista na mais importante das suas actuações. A única que não permite ensaios ou textos decorados. Aquela que não oferece uma nova entrada em palco.
Esqueceram-se de lhe entregar esse texto.
“tenho que o pedir”
Vão de certeza escrever-lhe uma boa história. Daquelas que fazem as pessoas chorar mas que depois termina bem. Finais felizes…já os protagonizou tantas vezes. Talvez nessa outra actuação também. Talvez mereça um “viveram felizes para sempre”, bem lamechas e patético como todas as histórias bonitas.
Histórias patéticas. Ela quer uma dessas histórias.
Ouve ao longe o seu nome ser chamado.


- É a tua vez, despacha-te! Estão à tua espera no palco.

/eu própria

1 comment:

Pedro Lopes said...

quem não quer uma história com um final feliz?

"por um final feliz / andei atrás do amor / la la la" quem não se lembra dos onda choc? =P